QUEM SOMOS | Março de 2021

Sou Bete Veingartner e de taça em taça eu quero te mostrar as belezas e delícias do Chile! A minha proposta é te oferecer um turismo mais acolhedor por Santiago e arredores, com passeios em transporte exclusivo, sem datas fixas e acompanhados, na maioria das vezes, por mim mesma. Os motoristas e guias que me atendem são meus parceiros e profissionais do turismo. Tenho roteiros prontos, mas você também pode montar a sua rota sob medida. Também te oriento com dicas valiosas e te recebo no aeroporto com as bienvenidas.

Sou brasileira de São Paulo, mãe da Aline e da Giovanna, e compartilho a minha vida com o Eduardo. Sou completamente apaixonada por eles três, pelo Chile e pelo trabalho que realizo.

Férias no Chile nasceu no inverno de 2015, resultado da minha busca pessoal por uma oportunidade de recomeçar aqui no Chile. São quase seis anos de andanças, entre Cordilheira e mar, acompanhando turistas brasileiros, e incontáveis momentos que me deram a certeza de que o turismo foi a minha melhor escolha.

Tenho a formação de guia de enoturismo, sou estudante de sommeleria e faço parte da @asociacionmujeresdelvinochile, assim que, o vinho é a minha outra grande paixão. Faço parte também da associação @mujeresenturismochile, com o propósito de fortalecer o turismo colaborativo e sustentável.

Salud! E espero poder te acompanhar na sua próxima viagem de férias no Chile! 

Fale com a Bete
VER MAIS

Siga @FERIASNOCHILE NO Instagram

Hoje eu vim apresentar o carmérnère da vinha Montes, mais uma joia do vale de Colchagua, no setor de Apalta. 

Lembrando vocês #winelovers que a cada sexta feira do mês de junho vou falar sobre um vinho que eu já tive a alegria de provar nas minhas andanças. E saibam: o meu propósito com essas postagens é incentivar vocês a provarem vinhos de diferentes vales, uvas e produtores, aí no Brasil ou comigo aqui no Chile! E a cada postagem vou repetir: é provando que vamos desenvolvendo o paladar para ele receber com carinho aos novos sabores. 

Sobre a carmérnère, ela é a terceira uva tinta mais plantada no Chile, tem a sua origem na França, e o seu nome faz referência a cor carmim das suas folhas. É uma uva que precisa de um longo período para amadurecer e se adapta bem em climas quentes e secos. Os vinhos elaborados com a uva carmérnère, quando cultivada em condições ideais, são de cor carmim intenso, corpo generoso, e com acidez e taninos médios e agradáveis. Assim como a pinot noir e a merlot, a carmérnère também é uma boa uva para quem está iniciando no mundo dos vinhos tintos.

O carmérnère da foto eu provei no @barrica94, um bar de vinhos e comida chilena, em Santiago. Já faz um tempo, foi antes da pandemia, mas o Montes Alpha é daqueles vinhos que marcam a vida da gente, e quando lembramos, pensamos: uau, foi mesmo incrível! Em nariz ele é intenso, com notas de frutas maduras e adocicadas, especiarias como a pimenta-do-reino, e algo de chocolate amargo. Em boca ele também é intenso de corpo e sabor, mas os seus taninos redondos e a sua acidez média equilibram a sua intensidade. 

Massas, queijos maduros e carnes com pouca gordura acompanham muito bem. Amigos queridos também, como foi nesse dia. 

Essa joia é do ano 2018 e descansou 12 meses em barricas de carvalho francês embaladas por cantos gregorianos. Um sonho de adega para um sonho de vinho.

Salud e até o próximo rótulo 😍

Descubra mais sobre as joias do vale de Colchagua em feriasnochile.com

#enoturismochile #turismodeexperiencia #rotadovinho #vinhoschilenos #prefirovinho #carmernere #colchagua #vinhamontes #montesalpha
Hoje eu vim apresentar o carmérnère da vinha Montes, mais uma joia do vale de Colchagua, no setor de Apalta. Lembrando vocês #winelovers que a cada sexta feira do mês de junho vou falar sobre um vinho que eu já tive a alegria de provar nas minhas andanças. E saibam: o meu propósito com essas postagens é incentivar vocês a provarem vinhos de diferentes vales, uvas e produtores, aí no Brasil ou comigo aqui no Chile! E a cada postagem vou repetir: é provando que vamos desenvolvendo o paladar para ele receber com carinho aos novos sabores. Sobre a carmérnère, ela é a terceira uva tinta mais plantada no Chile, tem a sua origem na França, e o seu nome faz referência a cor carmim das suas folhas. É uma uva que precisa de um longo período para amadurecer e se adapta bem em climas quentes e secos. Os vinhos elaborados com a uva carmérnère, quando cultivada em condições ideais, são de cor carmim intenso, corpo generoso, e com acidez e taninos médios e agradáveis. Assim como a pinot noir e a merlot, a carmérnère também é uma boa uva para quem está iniciando no mundo dos vinhos tintos. O carmérnère da foto eu provei no @barrica94, um bar de vinhos e comida chilena, em Santiago. Já faz um tempo, foi antes da pandemia, mas o Montes Alpha é daqueles vinhos que marcam a vida da gente, e quando lembramos, pensamos: uau, foi mesmo incrível! Em nariz ele é intenso, com notas de frutas maduras e adocicadas, especiarias como a pimenta-do-reino, e algo de chocolate amargo. Em boca ele também é intenso de corpo e sabor, mas os seus taninos redondos e a sua acidez média equilibram a sua intensidade. Massas, queijos maduros e carnes com pouca gordura acompanham muito bem. Amigos queridos também, como foi nesse dia. Essa joia é do ano 2018 e descansou 12 meses em barricas de carvalho francês embaladas por cantos gregorianos. Um sonho de adega para um sonho de vinho. Salud e até o próximo rótulo 😍 Descubra mais sobre as joias do vale de Colchagua em feriasnochile.com #enoturismochile #turismodeexperiencia #rotadovinho #vinhoschilenos #prefirovinho #carmernere #colchagua #vinhamontes #montesalpha
Você sabia que o tempo Baha’í  é um lugar para orar, refletir e contemplar? Acomodado na pré-Cordilheira dos Andes, o templo Baha’í é um dos miradores de Santiago com uma vista maravilhosa da cidade e recebe todas as religiões sem fazer diferenças.

São nove casas no mundo, e o templo Baha’í de Santiago é o único da América do Sul. O templo foi projetado pelo arquiteto canadense Siamak Hariri em conjunto com o arquiteto e paisagista chileno Juan Grimm. Eles tiveram o desafio de encontrar um terreno adequado para construir o templo seguindo os pedidos da comunidade Bahá’í internacional. Depois de dez anos de buscas pelo lugar ideal, o terreno na pré-Cordilheira da comuna de Peñalolén foi o escolhido pela riqueza de espécies nativas e pela vista privilegiada de Santiago.

🔹 O entorno
Os nove caminhos e a escadaria que levam até o templo são rodeados pela beleza das montanhas mais baixas da Cordilheira dos Andes e por suas espécies nativas. Além das nove fontes de água, esculturas em pedra do escultor chileno Francisco Gazitúa também embelezam o entorno. No alto tem um lago onde a grandeza do templo é refletida na água e onde flores de lótus flutuam alheias aos visitantes, que se sentam ali para contemplar a cidade e o pôr do sol. Na parte baixa, tem banheiros, uma biblioteca e uma área de piquenique com uma vista linda de Santiago, do templo e das montanhas.

🔹 A fé Baha’í
Uma das religiões independentes mais jovens do mundo, nasceu no Irã em meados do século XIX. Seu mensageiro, Bahá’u’lláh, plantou a ideia de que todas as religiões são provenientes de um único criador: Deus. E que somos todos de uma mesma família, sem importar as diferenças de raça, religião ou gênero.

📝 Descubra mais sobre o templo em https://feriasnochile.com/templo-bahai/ e já anota na sua agenda de lugares incríveis para conhecer depois que a pandemia acabar.
.
.
#chile #proximodestino #turismodeexperiencia #prefiroviajar #viajaréacura  #passeiosemsantiago #turismochile
Você sabia que o tempo Baha’í é um lugar para orar, refletir e contemplar? Acomodado na pré-Cordilheira dos Andes, o templo Baha’í é um dos miradores de Santiago com uma vista maravilhosa da cidade e recebe todas as religiões sem fazer diferenças. São nove casas no mundo, e o templo Baha’í de Santiago é o único da América do Sul. O templo foi projetado pelo arquiteto canadense Siamak Hariri em conjunto com o arquiteto e paisagista chileno Juan Grimm. Eles tiveram o desafio de encontrar um terreno adequado para construir o templo seguindo os pedidos da comunidade Bahá’í internacional. Depois de dez anos de buscas pelo lugar ideal, o terreno na pré-Cordilheira da comuna de Peñalolén foi o escolhido pela riqueza de espécies nativas e pela vista privilegiada de Santiago. 🔹 O entorno Os nove caminhos e a escadaria que levam até o templo são rodeados pela beleza das montanhas mais baixas da Cordilheira dos Andes e por suas espécies nativas. Além das nove fontes de água, esculturas em pedra do escultor chileno Francisco Gazitúa também embelezam o entorno. No alto tem um lago onde a grandeza do templo é refletida na água e onde flores de lótus flutuam alheias aos visitantes, que se sentam ali para contemplar a cidade e o pôr do sol. Na parte baixa, tem banheiros, uma biblioteca e uma área de piquenique com uma vista linda de Santiago, do templo e das montanhas. 🔹 A fé Baha’í Uma das religiões independentes mais jovens do mundo, nasceu no Irã em meados do século XIX. Seu mensageiro, Bahá’u’lláh, plantou a ideia de que todas as religiões são provenientes de um único criador: Deus. E que somos todos de uma mesma família, sem importar as diferenças de raça, religião ou gênero. 📝 Descubra mais sobre o templo em https://feriasnochile.com/templo-bahai/ e já anota na sua agenda de lugares incríveis para conhecer depois que a pandemia acabar. . . #chile #proximodestino #turismodeexperiencia #prefiroviajar #viajaréacura #passeiosemsantiago #turismochile
VER MAIS

Contato

    Seu nome (obrigatório)

    Seu e-mail (obrigatório)

    Assunto

    Sua mensagem

    contato@feriasnochile.com

    OU CHAME NO WHATSAPP