Turismo de Experiências


O reflexo das viagens

Quando você decide fazer uma viagem, essa escolha vem carregada de motivos pessoais e particulares, cada um busca algo em especial. A lista de motivos para viajar é infinita: conhecer outras paisagens, culturas e sabores, a (re)aproximação com alguém querido, a comemoração de uma ocasião especial, por recomendação médica, para se reencontrar, para se desconectar ou, por pura diversão, comilança e lazer! Não importa qual seja o seu motivo, aliás, você nem precisa de um motivo, você só precisa mesmo, é viajar!

Cada etapa das nossas vidas “pede” um tipo de viagem: sozinho, com o nosso amor, com a nossa família ou uma viagem com os nossos amigos queridos da vida. Cada uma dessas viagens reflete o que estamos desejando e necessitando vivenciar naquele momento, e todas são essenciais para que as nossas relações com o próximo, com o entorno e com nós mesmos, só melhore a cada embarque.

E, se você tá naquela fase da vida que já não quer mais “agito” o tempo todo e sim, tá buscando um pouco mais de tranquilidade e conforto, o #turismoprivativo é uma ótima escolha. Principalmente, se a viagem for com os seus filhos pequenos, com o seus pais, seus avós ou com alguém que peça um pouco mais de atenção e cuidado. Claro que não vai dar para ser uma viagem inteira exclusiva (somente vocês no avião, no hotel, no restaurante, a não ser que vocês sejam milionários, rs). Mas dá sim para ser exclusivo em vários momentos da viagem e, é aí que começa o meu trabalho: acompanhando somente vocês durante os passeios que escolherem fazer, em um carro ou van (dependendo do número de pessoas) com um motorista profissional do turismo e toda a nossa atenção dedicada inteiramente a vocês.

E ainda no planejamento da sua viagem, posso te orientar nas questões práticas de qual moeda trazer, onde é melhor se hospedar, que roupas colocar na mala.

Algumas vinhas também oferecem exclusividade em seus tours e degustações, o que torna a experiência ainda mais incrível. Então, se a sua viagem é focada no #enoturismo, não deixe de conhecer muitas vinhas e de fazer ao menos um tour exclusivo em uma delas.

Listei alguns benefícios que considero fundamentais e que diferenciam o turismo privativo:

1. Flexibilidade

Este é um dos mais importantes benefícios que o turismo privativo pode te oferecer: flexibilidade! Você é aquele viajante que ama natureza e quer percorrer as montanhas da Cordilheira dos Andes (com ou sem neve) ou, é aquele viajante que quer conhecer os melhores restaurantes da cidade? Ou ainda, aquele viajante que busca um mosaico de lugares e experiências? Seja qual for o seu perfil de viajante, no turismo privativo você vai ter flexibilidade em elaborar ou adaptar roteiros que despertem o seu interesse, a sua curiosidade, a sua paixão.


2. No seu ritmo

Seguir somente o seu ritmo e o das suas pessoas queridas é outro benefício do turismo privativo e, faz toda a diferença quando você viaja com as crianças ou com os seus pais e avós. Sabemos que o ritmo dos pequenos e dos mais velhos precisa ser mais pausado e respeitado para que todos aproveitem bem a viagem, caso contrário,  os dias de passeio podem se tornar cansativos e desagradáveis, e esta não é a ideia de uma viagem em família.


3. Ficar mais a vontade com as suas pessoas queridas

Uma viagem, além de ser um tempo de descanso, descobertas, aventuras, prazer, também é uma ótima oportunidade para você estar mais próximo das suas pessoas queridas. Nada melhor então, que não ter outras pessoas “inseridas”. Estar mais a vontade para colocar a conversa em dia com um irmão, para fazer um carinho no seu amor, para voltar na van dormindo no ombro da mãe depois de um dia de passeio ou para deixar seu filho pequeno cantar e chorar. São apenas alguns exemplos de situações que eu como guia já vivenciei e percebi o quanto a privacidade, em alguns momentos da vida, faz muito bem e renova as relações.


4. Cuidados especiais

Ter uma pessoa querida em cadeira de rodas ou, com qualquer outra condição especial, não é um impedimento para você viajar ou pior, deixá-la em casa. Com o turismo privativo ela vai receber o cuidado que merece em forma de gentileza, colaboração, acessibilidade e carinho.


5. Situações inesperadas e assistência

Sim, os perrengues acontecem mesmo quando você está de férias mas, essas situações indesejadas e fora do roteiro não precisam virar um pesadelo. Se você estiver bem assistido e receber as orientações necessárias, tudo irá se resolver da forma mais tranquila e rápida possível.

Situações de turistas que perderam os documentos e o voo ou, que precisaram de um atendimento hospitalar, são apenas algumas das situações inesperadas e delicadas que podem acontecer durante uma viagem. Então é essencial você receber apoio e orientação para o entendimento do idioma (caso você não fale o espanhol), para o preenchimento de formulários ou para acionar o seu seguro viagem.

Aproveito para te lembrar da importância de se fazer um seguro. Ele não é um gasto à mais, e sim um cuidado com a sua vida e a vida das suas pessoas queridas!


6. Acolhimento

É assim que espero que você se sinta: acolhido! Desde a sua chegada aqui no aeroporto, onde te esperamos (eu e o motorista) com “la bienvenida al Chile”, até a sua despedida que, geralmente é difícil. Depois de vários dias de boas experiências, risadas, boa comida e muitos vinhos, acabamos de alguma forma, nos tornando mais íntimos. Os brindes feitos em volta de uma mesa de piquenique no meio das montanhas da Cordilheira dos Andes ou, as muitas conversas e risadas na van sobre as nossas aventuras na vida, acabam nos aproximando e na volta à casa (a sua casa no Brasil), talvez você tenha a boa sensação, assim como eu tenho, que está se despedindo de amigos.


7. Respeito à diversidade

Diversidade, um ponto delicado mas, que eu gostaria de comentar sem ressalvas: eu, e a minha pequena equipe, somos acima de tudo, pessoas humanizadas. Não temos nenhum tipo de preconceito quanto a  religião, raça, profissão, partido político, orientação sexual, estado civil, região onde mora e nem mesmo time de futebol (uma brincadeira só para descontrair, rs). Então venha passear com a gente sem medo de ser feliz!


8. Privacidade

Talvez você esteja em um momento da sua vida que o que você busca é estar longe de tudo e todos, literalmente. Você quer poder passear tranquilamente sem registros com fotos, sem publicações nas redes sociais e sem ter que dar explicações de quem é você, o que faz, por que faz, com quem faz. Enfim, você busca por pri va ci da de!


9. Roteiros sob medida

Se não é primeira vez que você vem para o Chile – afinal, quem já veio uma vez sabe que este país é um lugar no mundo para se voltar várias outras vezes – você com certeza vai buscar conhecer o que faltou, o que não está nos roteiros tradicionais, e só com um atendimento sob medida é que você vai ter essa liberdade de montar o seu roteiro.

As ocasiões especiais também pedem um pouco mais de privacidade e roteiros mais flexíveis. Se você vem em lua de mel, comemoração de bodas, aniversário ou celebração à vida, o turismo privativo vai te proporcionar momentos inesquecíveis somente com quem você quer estar e onde você quer estar!

Ah, e se você é apaixonad@ por vinhos, que maravilha, eu também sou! Acredito então, que vamos ter muito o que falar e provar e brindar. Salud!!


10. Cada viagem é para ser uma experiência única!

E o que é o turismo de experiência? É a viagem que vai além do que você planeja. É quando a experiência vivida supera a sua expectativa e você se da conta que aquela viagem te transformou em alguém melhor, mais leve, recarregado de boa energia, com mais conhecimentos e ótimas recordações.


Vamos falar da sua próxima viagem?
Sou Bete Veingartner, brasileira, guia de enoturismo e estudante de sommeleria. Se você quer que eu te acompanhe nessa deliciosa experiência, farei com imensa alegria
e uma taça na mão!!
contato@feriasnochile.com | +569 9202-0351


Turismo de Experiências | Região Central do Chile
Agência com registro na Secretaria Nacional de Turismo