Roteiro de Inverno


Inverno no Chile é um roteiro elaborado para você que quer esquiar ou viver a experiência de brincar na neve e contemplar a maravilhosa Cordilheira dos Andes branquinha! Mas, também quer conhecer a charmosa e atrativa cidade de Santiago, o azul do litoral do Pacífico e as delícias das vinhas. Afinal vinho no inverno é tudo de bom não é mesmo?!

Roteiro indicado para ser feito entre os meses de junho a setembro  de cada ano. Mas se você ainda não se decidiu qual o melhor período para viajar, dá um lida neste post sobre as Quatro estações no Chile com certeza ele vai te ajudar a escolher!

 


City Tour + Bairro Lastarria

Apresento o centro histórico de Santiago em um passeio feito caminhando por suas ruas movimentadas, suas praças bem cuidadas, seus monumentos históricos e seus belos jardins. No coração da cidade estão alguns pontos importantes e interessantes, e de forma breve, conto parte da sua história, desde sua fundação em 1541. Por alguns lugares apenas passamos e por outros fazemos paradas para que você possa conhecer mais de perto o cotidiano dos santiaguinos e seus costumes, além das inúmeras belezas da cidade.

O tour começa no parque e mirador do centro da cidade, o Cerro Santa Lucía. Daí seguimos até o Palácio La Moneda, passando pela Biblioteca Nacional e o Centro Cultural Gabriela Mistral (GAM). Depois do Palácio e um pouco da sua história, fazemos um passeio a pé pelo Paseo Bandera, pela Plaza de Armas e pelo Mercado Central (uma ótima opção para o almoço!). Seguimos de carro/van pelo Parque Forestal, passando pelo Museu de Belas Artes e chegamos em Lastarria, onde você poderá almoçar ou voltar para um happy hour e experimentar o famoso pisco sour e descobrir as delícias gastronômicas e culturais desse charmoso bairro.

E se você quer ver a cerimonia da troca de guarda no Palácio La Moneda, é só me informar que agendamos o City Tour para o dia que ela se realiza. 

Neste dia, posso acompanhar você para fazer a troca de dinheiro nas casas de câmbio do centro, onde o seu real r$ vale mais! E também já passamos em uma loja Claro para comprar um pacote de internet e deixar seu celular habilitado. Cortesia nossa para facilitar a sua vida!


Parque Farellones

O lugar ideal para você que vem com as crianças e quer mais que esquiar,  quer também brincar na neve e se divertir em família!

Nossa primeira parada antes de começar a subir as montanhas, é para o aluguel das roupas e botas de neve, totalmente necessárias no inverno, mesmo que você não vá esquiar. A roupa e bota de neve são importantes para que você e sua família não se molhem e congelem nas temperaturas negativas que costumam fazer nesse período. Bem protegidos e abrigados, vocês vão ficar livres para poderem se jogar e brincar na neve… Todos feito crianças!!

Depois de todos estarem abrigados e equipados, começamos a subida da Cordilheira e fazemos uma parada em um mirador, já a 1.800 metros, para que o corpo vá se acostumando com a altitude e o clima. Seguimos para Farellones, que está a 2.500 metros de altitude.

Farellones é um pequeno povoado cravado nas montanhas da Cordilheira dos Andes, com um centro de esqui completo e um parque com atividades na neve, para todos os gostos e idades. Se você quer aprender a esquiar ou praticar snowboard, aqui é o lugar mais recomendado entre as estações de esqui próximas (Valle Nevado, El Colorado e La Parva), pois as pistas são de dificuldade e inclinação média e com preços mais econômicos que as outras estações. Tem aulas de esqui e snowboard individuais e em grupos, que você poderá contratar no mesmo dia.

Mas se você busca diversão e um pouco de aventura sem os esquis nos pés, tem outras opções como a tirolesa, esquibunda, bike na neve e o teleférico. Atividades e experiências que valem ser vividas, pela adrenalina e a beleza da paisagem!

Se você vem com as crianças, tem também os espaços com brinquedos adequados para cada idade, onde elas poderão se divertir com segurança enquanto vocês acompanham de perto.

Para comer tem opções de restaurantes e os food trucks, com mesas e cadeiras espalhadas por alguns pontos do parque. Se quiser economizar, pode sim trazer o seu lanche e usar as mesas do parque.

A subida até Farellones tem 40 curvas bem acentuadas e ingrimes e, um caminho que fica ainda mais complicado se estiver chovendo ou nevando. Se você tem labirintite ou costuma se sentir mal quando está no carro, o melhor é tomar um dramin antes de sair do hotel. Na alta temporada tem horários definidos para subida e descida, o que torna a viagem mais segura e agiliza um pouco o tempo que levamos para chegar até o parque e que depende muito do movimento do dia e das condições da estrada.


Valle Nevado 

Depois das 40 curvas para chegar até Farellones, tem mais 22 curvas um pouco menos acentuadas para chegar até Valle Nevado, uma das maravilhas do Chile a uma altitude de 3.000 metros. Valle Nevado é um resort de hotéis e restaurantes e um completo centro de esqui. Se você pensa em aprender a esquiar, aqui você também poderá ter aulas com um instrutor, mas lembrando que as pistas são mais inclinadas, o que dificulta um pouco para quem está iniciando. Ah, e também os preços são mais inclinados para cima, rs.

A boa opção aqui é fazer um passeio panorâmico de gôndola ou almoçar em um dos restaurantes com uma vista espetacular das montanhas nevadas. E lembrando que no período em que as pistas de esqui estão abertas aos esquiados, por uma questão de segurança, o acesso aos turistas fica bem restrito, quase não tendo lugares onde andar e brincar na neve.

A data de abertura da temporada de esqui e snorboard não é fixa e pode variar de ano para ano, pois depende da quantidade de neve acumulada nas montanhas. Acompanhe nossa página no face para saber da data de abertura e outras novidades!

E assim como o passeio para Farellones, também fazemos uma parada para o aluguel de roupas e botas de neve, antes de começarmos a subir a Cordilheira.

Nos meses de julho e agosto, não recomendo fazer os dois passeios (Farellones e Valle Nevado) em um mesmo dia, você acabará não aproveitando nem um lugar e nem o outro, pois o movimento na estrada é grande, ou seja, tem trânsito. Tem também as filas para cada atividade e o tempo de espera que não é possível de prever. Além dos imprevistos como: carros que derrapam na neve e fecham o caminho; máquinas que passam limpando o excesso de neve na estrada e temos que esperar; entre outros…


Vinha Emiliana + Valparaíso e Viña del Mar

Para se chegar a cidade portuária de Valparaíso, tomamos a ruta 68, uma estrada plana, bem sinalizada, cercada pelas montanhas da cordilheira da costa e com uma paisagem quase rural, com plantações de frutas e verduras, além das inúmeras vinhas do Valle de Casablanca, que fica no caminho para o litoral. A distância entre a cidade de Santiago e Valparaíso é de 120 quilômetros e o tempo de viagem partindo do centro da cidade é de aproximadamente 1:45 minutos, que passam rapidinho, pois costuma ser uma viagem bem tranquila e agradável.


Uma das imperdíveis vinhas do Valle de Casablanca é a Emiliana, uma vinha orgânica e biodinâmica, com uma paisagem lindíssima entre as montanhas da costa do mar e de sabores divinos. Aqui você poderá fazer apenas um passeio pelas plantações, visitar e fazer compras na loja e ver de pertinho as alpacas (primas educadas das lhamas, pois as alpacas não cospem, rs). Ou você também pode participar do tour guiado pelas plantações e que termina com a degustação de quatro vinhos… Super recomendo a experiência!!

Da vinha Emiliana, seguimos para Viña del Mar e fazemos um passeio panorâmico pela bela avenida costeira de Viña, passando pelos castelos que fazem parte da sua história, pelo centro comercial e seus restaurantes, pelo famoso cassino Enjoy, por praças e alguns outros pontos charmosos da cidade, chegando até a praia, onde fazemos uma parada… E a experiência de pisar na areia e sentir as águas geladas do Pacífico, não pode deixar de ser vivida e registrada.

Já é hora do almoço e, então seguimos para Valparaiso e, em um dos seus cerros paramos para almoçar. O restaurante escolhido, Oda del Pacífico, tá pertinho da “La Sebastiana”, uma das três casas de Pablo Neruda. Seus pratos principais levam peixes e frutos do mar, mas tem outras opções para os que preferem carnes ou massas. A escolha do Oda em meu roteiro é pelo atendimento, pela vista privilegiada e claro, pelos sabores!

Depois do almoço, vamos caminhando até a casa do poeta, onde a ideia é você conhecer seus jardins e seu privilegiado mirador com vista para o Pacífico e se quiser, fazer comprinhas na loja do Neruda. Seguimos o passeio até chegar no Cerro Alegre, com tempo para fotos, caminhar a pé por entre suas ruazinhas, por suas casas coloridas, conhecer parte da sua história e seus artistas de rua, fazer comprinhas em seus charmosos ateliês e o mais bacana, cruzar com turistas do mundo todo!

Descemos do Cerro Alegre de ascensor (um tipo de bondinho que desce e sobe os morros por trilhos) e chegamos na parte plana da cidade onde a van/carro nos espera e, fazemos um passeio panorâmico por seus antigos prédios, bancos, hotéis, universidades, pelo congresso nacional, por seu comércio e pela principal praça da cidade: a Plaza Soto Mayor. Subimos mais uma vez as ladeiras de Valpo até chegar no Cerro Artillería, de onde se tem uma vista belíssima para o mar e para o segundo principal porto do Chile. Com tempo para fotos e passeio pela feira de artesanato local, onde se pode comprar produtos em lã de alpaca, cobre, madeira e vidro, tudo feito pelos próprios artistas e moradores de Valparaíso.


Isla Negra e Algarrobo

A estrada que nos leva a Isla Negra é a ruta 78, e assim como a estrada que leva para Valparaíso, ela é larga, segura e bem cuidada. No caminho, inúmeras plantações de frutas, verduras, legumes e girassóis, que nos meses de setembro e outubro, formam verdadeiros tapetes amarelos, lindo demais! O tempo de viagem até a Casa de Pablo Neruda é de aproximadamente 1:45 minutos e, passamos por algumas outras pequenas praias como: Cartagena, El Tabo, Las Cruces, El Quisco, em uma estrada a beira do mar chamada la ruta de los poetas!


A primeira parada que fazemos é no meio do caminho, na entrada da cidade de Melipilla, para um café ou um chá, em um lugar cheio de poesia, frequentado por chilenos e moradores locais. O dono do local traz de cada viagem que faz, objetos de decoração, além dos presentes que ganha e, muito dos poetas, escritores, cantantes, que fazem parte da cultura chilena: Pablo Neruda, Gabriela Mistral, Violeta Parra, entre outros. O lugar é uma caixinha de surpresas sem laço e aberta para todos!

Já em Isla Negra, lugar que conquistou o poeta Pablo Neruda, com suas pequenas ruas de terra que chegam até o mar do Pacífico e suas ondas que quebram incessantemente nas pedras que emolduram a casa onde ele viveu parte da sua vida. Aqui, ele e sua mulher Matilde Urrutia, descansam em seus túmulos no jardim da casa, frente ao mar. Hoje, a casa museu pertence a Fundação Neruda, com mais de 500 metros quadrados e inúmeros objetos pessoais, roupas, cartas, livros e fotografias do poeta estão expostos para visitação. Bem próximos da casa você também vai encontrar lojinhas de artesanato e artistas que vendem suas criações pelas ruas do povoado, que vive e respira da arte do poeta. De frente ao mar, com o som das ondas que embalaram Neruda, tem um restaurante onde você pode apreciar um bom prato de frutos do mar com uma taça de vinho, ou apenas tomar um café e comer uma das deliciosas sobremesas que tem na carta. Não importa a escolha do que você vai comer, a paisagem vai te satisfazer. Tempo para fazer o tour por dentro da casa, almoçar e caminhar pela pequena praia de águas geladas: o quintal da casa!

Depois seguimos mais um pouco até chegar em Algarrobo, uma praia de beleza rústica, uma mistura de litoral com campo. Com seu comércio local de pequenos restaurantes, bares, cafés, hotéis, casas e cabanas que podem ser alugadas por fins de semana ou temporadas. Seu mar azul de águas geladas e cheio de algas, sua areia grossa e a maresia do pacífico vão te encantar, além das estrelas do mar grandes e coloridas, que vão te surpreender num passeio pela beira do mar. E o destino final desse dia é o condomínio San Alfonso del Mar, onde a maior piscina do mundo foi construída, com água tratada do Pacífico e um quilômetro de extensão. O condomínio é particular e a visitação pode ser feita somente pelo lado de fora, onde você vai ter um vista ampla da piscina, que fica de frente para o mar.


Tour por Santiago

Santiago é uma cidade linda o ano todo: emoldurada pela cordilheira branca de neve no inverno, multicolorida na primavera por seus jardins que se espalham por todos os cantos, charmosa no outono com suas ruas cobertas por tapetes de folhas e a alegria do verão com uma agenda cultural riquíssima. 

Começamos o dia pelo Cerro San Cristóbal, onde subimos em um passeio de funicular (bondinho) e descemos de teleférico. Do alto de seus 300 metros temos uma vista incrível da cidade, além de se poder visitar o Santuário da Virgem de Concepción e o Caminho das Sete Palavras, lugares sagrados para quem tem a sua fé particular. Depois descemos e percorremos algumas ruas do bairro Bellavista, passamos pela casa/museu La Chascona, com a opção de fazer um tour para conhecer um pouco da história e poesia de Pablo Neruda. Passamos também pelos inúmeros bares e restaurantes da região, como: Azul Profundo, Galindo, Como Água para Chocolate e o imperdível Pátio Bellavista, onde podemos fazer uma parada para almoçar em uma das inúmeras boas opções que o pátio oferece.

Depois seguimos para o Parque Bicentenário, um dos inúmeros parques de Santiago, com lagos, praças infantis, uma rica fauna e flora que fazem deste parque, um dos mais bonitos da cidade.

E finalizamos o dia com um passeio pelo centro de artesanato Los Dominicos, localizado no pé da Cordilheira, com tempo para compras e um café com pie de limón (divina torta de limão). No caminho, vou apresentando outros pontos interessantes da cidade.

Na volta, podemos te deixar no Shopping Costanera, onde você poderá fazer comprinhas de chocolates, queijos  e vinhos no supermercado Jumbo. E não deixe de subir no Sky Costanera, o mais alto mirador da América Latina com seus 300 metros de altura e uma vista incrível da cidade em 360º, uma experiência única!


Concha y Toro + Templo Bahai 

Este é um dia de sabores, sensações e emoções! Começamos por uma visita pela vinha Concha y Toro, uma das mais apreciadas pelos brasileiros e que oferece o imperdível Tour Marques de Casa Concha, com uma degustação de queijos e de sete vinhos. Isso mesmo! Sete vinhos para você descobrir se ama ou ama os vinhos chilenos!

O tour começa com um passeio pelas plantações, pelo jardim de variedades e pela casona. O guia vai te contar a história da família, falar das diferentes variedades plantadas,  dos vinhos premiados, entre outras  informações e, oferecer uma degustação de três vinhos. Depois, uma visita pela bodega Casillero del Diablo, onde você vai experimentar uma sensação de medo misturado com diversão ao conhecer a lenda mais famosa do mundo.

E para finalizar, um sommelier estará esperando por você em uma sala reservada, com mais quatro vinhos acompanhados de queijos. É o momento então, de conhecer um pouco mais sobre os vinhos da linha Marques de Casa Concha e suas deliciosas harmonizações com variadas comidas, entre outras curiosidades sobre o mundo dos vinhos.

E antes de seguirmos para o templo, você vai poder dar uma passadinha na loja e aproveitar as boas promoções que eles sempre oferecem! Ah, e almoçar aqui mesmo no restaurante da vinha é uma boa opção.


O templo foi projetado por um arquiteto canadense em parceria com um  arquiteto e paisagista chileno. Os dois tiveram o desafio de encontrar um terreno adequado para construir o templo seguindo os pedidos da comunidade Bahá’í internacional. Depois de 10 anos de buscas pelo lugar ideal, o terreno de Peñalolen na pré cordilheira foi o escolhido, por sua rica natureza com suas espécies nativas e por sua vista panorâmica e lindíssima de Santiago.

Uma das religiões independentes mais jovens do mundo, nasceu no Irã em meados do século XIX. Seu mensageiro, Bahá’u’lláh, plantou a ideia de que todas as religiões são provenientes de um único criador, Deus, e por isso, se faz necessário que a humanidade reconheça que é de uma mesma família, sem fazer diferenças de raça, religião ou gênero.


Vamos falar sobre a sua próxima viagem?
+569 9202-0351 | contato@feriasnochile.com


Turismo Sob Medida para Brasileiros – Região Central do Chile
Agência com registro Secretaria Nacional de Turismo

 


Vem conhecer as belezas e delícias do Chile de um jeito único!