Barrio Lastarria

O boêmio Lastarria é um bairro pequeno e muito charmoso, as suas ruas e calçadas ganham vida com o movimento de artistas e artesãos que oferecem os seus produtos hechos a mano. Lojas de designer chileno, de roupas e acessórios, lojas de discos, livros e cafeterias são os outros atrativos do bairro. Lastarria também transborda cultura com apresentações de artistas de rua, com os seus museus, galerias de arte, teatros e cinemas.

Um pouco da história

Durante a segunda metade do século XIX, a cidade de Santiago passou por uma fase de modernização e expansão, com o nascimento de novos bairros e a renovação e criação de praças, parques e jardins. Entre os bairros que nasceram neste período está Lastarria, onde algumas poucas famílias foram viver em torno à paróquia de Vera Cruz, inaugurada no ano de 1857. A paróquia foi construída no mesmo terreno onde supostamente viveu Pedro de Valdivia – o colonizador espanhol que fundou a cidade de Santiago no ano de 1541. A ideia de construir a paróquia naquele terreno em particular, foi um gesto para estreitar os laços entre os dois países e dignificar a figura de Valdivia.

O bairro foi só se desenvolver depois da remodelação do cerro Santa Lucía, da criação do parque Forestal e do museu de Bellas Artes. Personagens como Pedro Aguirre Cerda, presidente do Chile entre os anos de 1938 e 1941, e o escritor José Victorino Lastarria, foram alguns dos moradores ilustres do bairro. Em 1997, o bairro foi declarado como Zona Típica por sua fascinante e rica arquitetura e por seus monumentos históricos, entre eles a paróquia de Vera Cruz e o museu de Bellas Artes.

Entre os anos 2000 e 2001, Lastarria e o seu entorno foram renovados: fachadas foram restauradas e velhos edifícios foram recuperados. Um calçadão foi criado, onde uma feira de antiguidades e livros se instalou; o cerro Santa Lucía, que está ao lado, ganhou novos postes de luz, e as ruas próximas, ganharam novas calçadas. Todas estas melhorias foram feitas para atrair mais visitantes e turistas ao bairro, considerado um dos mais boêmios da cidade.

Gastronomia, cultura e arte

Diferentes cozinhas convivem em harmonia para satisfazer à todos os gostos; antigos e novos restaurantes oferecem o melhor da comida chilena e internacional. Les Assassins, restaurante de comida francesa, está no bairro há mais de 50 anos e oferece, entre outras opções, a melhor sopa de cebola feita no Chile; Bocanáriz é a vitrine do vinho chileno, com uma das cartas mais extensas e premiadas, além de oferecer um menu com mais de 40 pratos. A diversidade culinária no bairro é grande: pizzas, carnes, sanduiches, empanadas, crepes e picoteos; a carta dos líquidos também é bem variada: vinhos, cervejas, piscos, destilados, coquetéis chilenos e do mundo. O Empório La Rosa é a vitrine do sorvete, está posicionada entre as 25 melhores sorveterias do mundo, com sabores de variadas frutas, combinações inusitadas, opções sem lactose e veganas, além do famoso sabor de pétalas de rosa.


Quer passear por Lastarria?

Escolha o melhor dia para você e agende com antecedência o #citytourcentro, que eu te conto mais sobre o bairro Lastarria durante um passeio descontraído pelo centro histórico de Santiago.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.