Tour Astronômico

O céu maravilhoso do Chile

Você sabia que o Chile tem um dos céus mais limpos do planeta? Esse é o motivo para que o turismo astronômico esteja ganhando força e atraindo cada vez mais chilenos e turistas a contemplarem os céus aqui da região central e também em outras regiões. E que bom! Porque estar debaixo de um céu brilhante de tantas estrelas entre as montanhas da Cordilheira é uma das experiências mais incríveis que você poderá vivenciar!

A realização deste tour só está sendo possível porque felizmente eu moro aqui em Santiago, e a cada ano que passa tenho novas experiências, conheço novas pessoas, novos lugares e porque minha vontade é imensa em mostrar aos turistas um pouco mais além do turismo tradicional e do que é facilmente vendido aí no Brasil.

Uma das pessoas que tive a felicidade de conhecer nas minhas andanças aqui no Chile, foi o Eduardo… Um chileno apaixonado por astronomia e pela nossa cultura brasileira, e que depois de algumas tentativas minhas em convencê-lo, ele finalmente aceitou o desafio de compartilhar o seu conhecimento e a sua paixão com os turistas . De forma bem descontraída e em português, ele fala sobre as estrelas, os planetas e as constelações e vai tentar mostrar a vocês um pouco do que é a imensidão e os mistérios da galáxia em que vivemos e de outras, que estão mais “allá” dos nossos olhos!

Observatório Achaya, em Santiago


Sobre o primeiro tour

Ainda com a luz do dia, eu, e meu pequeno grupo seguimos rumo às montanhas da Cordilheira em busca de um ponto onde pudéssemos parar com segurança e ter uma vista limpa e privilegiada do céu.

No caminho, pudemos ver uma das montanhas sendo iluminada pelo sol, que tava se pondo lá do outro lado, no Pacífico.

Chegamos até onde havíamos planejado, e entre montanhas e a lua quase cheia, montamos nosso pequeno observatório particular a mais de dois mil metros de altitude. Ali, no silêncio da noite, colocamos em prática tudo o que já havíamos conversado várias vezes entre uma taça de vinho e outra… E e o resultado? Parece que foi bem positivo!!

O Eduardo dividiu o tour em quatro etapas: palestra com informações e curiosidades; pausa para um lanche; observação do céu e as esperadas fotos!


Durante as explicações, ele procurou falar de astronomia usando uma linguagem simples e de fácil compreensão, para que nós leigos mas amantes dos mistérios do universo, pudéssemos tirar algumas de nossas dúvidas e descobrir entre outras curiosidades, que nós e as estrelas somos feitos das mesmas partículas!

A lua nessa noite estava quase cheia, linda, imensa e iluminou até um pouco mais do que o ideal para a contemplação do céu.


Só com a luz da lanterna do meu celular e cercada pela escuridão, arrumei a mesa para o nosso lanche.

Uma pausa para comer e esquentar o corpo foi necessária e muito bem vinda! O que servimos? “La Once” chilena! Ficou com vontade? Vem fazer o tour, rss.



Já passava da uma da manhã e seguíamos ali… Contemplando!


O Renato e a Juliana toparam se aventurar com a gente em nossa primeira expedição astronômica… Valeu casal!! Espero que essa noite fique registrada no coração de vocês <3

Teve tempo até para brincar de fazer desenhos com o laser que é usado durante a palestra para apontar com precisão as estrelas e planetas. Legenda pra foto? Amor astronômico <3

O Francisco (ou Chico, como ficou conhecido entre os turistas), também nos acompanhou no tour e com os seus conhecimentos completou a palestra com mais informações e curiosidades, além de ter sido o fotógrafo oficial da noite. Ele faz parte de um grupo de apaixonados por astronomia e é sócio, junto com o Eduardo, do Observatório Achaya, aqui em Santiago. Valeu Chico!!


Pela foto podem ver que estávamos em uma “zona de peligro volcânico”, assim como é toda a região de Cajón del Maipo, ou seja, não temos outra opção a não ser encarar e torcer para que os três vulcões da região sigam quietinhos e adormecidos. Nessa noite houve um tremor mais ao norte do Chile e nós pudemos sentir a terra vibrar, o que causou um pouco de medo, mas também gerou uma adrenalina boa para tomarmos de volta o caminho pra casa. Esse é o Chile… Um país de contrastes e uma natureza que não se cala e não adormece nunca.

Bete Veingartner | Janeiro 2019


Período que é possível realizar o tour por questões climáticas: entre os meses de outubro a abril de cada ano.

No momento realizamos o tour somente aos sábados e é necessário agendar com antecedência.

Recomendamos: roupa confortável, tênis, casaco e alma de aventureiro.

Buscamos no hotel as 18 horas e começamos o retorno por volta das 00:30

Tempo de trajeto: de Santiago até o ponto de observação que escolhemos, levamos em torno de 1:30 hs.

Mais informações, preços e reservas: contato@feriasnochile.com ou +569 9202-0351


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *